12/12/2012 – 12h58

ALEXANDRE ORRICO
DE SÃO PAULO

Link da reportagem: http://www1.folha.uol.com.br/tec/1200093-estrela-relanca-jogos-classicos-de-tabuleiro-em-loja-virtual-de-games.shtml

 

A Estrela, fabricante brasileira de jogos que foi fundada em 1937, lançou nesta quarta-feira (12) uma loja virtual e multiplataforma de games.

As versões digitais e clássicos de tabuleiro como “Banco Imobiliário”, “Autorama”, “Cilada” e “Pula Macaco” funcionarão em aparelhos com iOS e Android e terão versões para Facebook e Google Chrome.

Os games estarão disponíveis a partir das 18h de hoje –menos nos dispositivos da Apple, que estão em processo de homologação. A previsão é que eles cheguem para os dispositivos com iOS até o Natal.

"Banco Imobiliário", clássico de tabuleiro da Estrela, que ganhará versão digital

“Banco Imobiliário”, clássico de tabuleiro da Estrela, que ganhará versão digital

Os jogos, desenvolvidos pela empresa Pontomobi, são multiplataforma, o que significa que um usuário de Android pode jogar contra alguém que tenha um iPhone, por exemplo.

No “Pula Macaco”, versão do brinquedo lançado em 1992, até quatro jogadores lançam macados em direção a uma árvore. A cada macaco que conseguem pendurar nos galhos, os participantes ganham uma banana. No final, quem tem mais bananas vence.

No “Cilada”, jogo de encaixe de peças, são mais de 50 desafios com diferentes níveis de dificuldade. Em “Banco Imobiliário”, os imóveis existem de verdade. São construções da empresa Tecnisa, que colocou no jogo prédios e valores reais de 25 empreendimentos.

A loja virtual terá uma moeda própria, as estrelinhas. Um pacote de 1.500 estrelinhas custa US$ 0,99, já 5.000 saem por US$ 2,99.

“Banco Imobiliário” e “Autorama” podem ser baixados gratuitamente; já o “Pula Macaco” e o “Cilada” serão vendidos por 2.500 estrelinhas cada. Nos primeiros 30 dias, quem se cadastrar na loja terá à disposição 5.000 estrelinhas gratuitamente.

Segundo Carlos Tilkian, presidente da Estrela, o investimento total foi de R$ 2,5 milhões. A expectativa é que o faturamento dos jogos digitais se equiparem ao lucro de jogos reais da empresa. “Se criarmos um ‘Angry Birds’, quem sabe o faturamento da Estrela Digital supere a própria Estrela Brinquedos”, diz Tilkian.

“Jogo da Vida” e “Detetive” já estão em desenvolvimento e devem chegar à plataforma em fevereiro do ano que vem.


escolajogo

Artista e desenvolvedor de jogos e aplicativos educacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Informações

Evento: Bom dia Memorial – a periferia e sua diversidade

Estará ocorrendo neste fim de semana o evento “Boa noite memorial / Bom dia memorial – A periferia e sua diversidade” no Memorial Minas Gerais Vale. O evento, que começa na sexta, dia 29 de Leia mais…

Notícias

Pesquisa feita nos EUA mostra como videogames podem beneficiar crianças

02/03/2015 – 10h12 Veja 5 jogos que vão deixar você mais inteligente Théo Azevedo Do UOL, em São Paulo Link da reportagem “Jogar videogame faz bem. De acordo com um estudo da Academia Americana de Leia mais…

Informações

Game educativo “Infância Livre”, aborda tema de exploração do trabalho infantil

O game “Infância Livre” (http://www.mptgames.com.br/infancialivre/) é o primeiro jogo fruto de uma parceria entre o Ministério Público do Trabalho de Campina Grande e o Curso Superior de Jogos Digitais da Facisa. Trata-se de um jogo denúncia Leia mais…