Últimas Notícias

30/12/2010 – 22h08

da Redação
UOL Jogos

Valve estuda tecnologia de rastreamento ocular para os seus jogos

Segundo revelou Mike Ambinder, da Valve Software, em entrevista para o site Gamasutra, a empresa tem interesse na tecnologia de rastreamento ocular para os seus jogos, e assim permitir “melhorar a experiência de jogadores capazes e com deficiência”.

A empresa pretende usar o potencial do rastreamento ocular para permitir aos jogadores usar os seus olhos como dispositivos de entrada de dados, sem a necessidade de usar as mãos ou outras partes do corpo para controlar um jogo.

“Pode ser possível no futuro permitir que os olhos atuem como um cursor do mouse, permitindo que os jogadores transmitam navegação e selecionar arquivos através de movimentos dos olhos. Se você acoplar essa abordagem com o uso do piscar de olhos como o pressionamento de botões, você pode eliminar a necessidade de um mouse e teclado (ou controle) todos juntos”, disse Ambinder para o site.

Essa já não é a primeira vez que a Valve estuda técnicas para facilitar o acesso de pessoas deficientes aos games. Em agosto, a empresa estava pesquisando com deficientes auditivos a linguagem dos sinais para que pudesse ser aplicada em novos games, mais especificamente em “Half-Life 2: Episode 3”.

A Valve atualmente trabalha em “Portal 2”, cujo lançamento está previsto para 21 de abril de 2011.

O bolo é uma mentira

Assim como no primeiro jogo, “Portal 2” tem como mecânica o uso de uma arma que cria portais de teletransporte, no qual os jogadores são desafiados a encontrar formas de passar por câmaras de testes que exigem raciocínio dos jogadores. O game vai mostrar novas áreas do laboratório Aperture e vai trazer de volta Glados, o computador assassino que infernizou a vida dos jogadores no título anterior.

O jogo também terá um modo cooperativo para dois jogadores com novos personagens e que vai exigir trabalho em equipe para passar dos desafios.

“Portal 2” está em desenvolvimento para Xbox 360, PlayStation 3, PC e Mac.


escolajogo

Artista e desenvolvedor de jogos e aplicativos educacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Informações

Evento: Bom dia Memorial – a periferia e sua diversidade

Estará ocorrendo neste fim de semana o evento “Boa noite memorial / Bom dia memorial – A periferia e sua diversidade” no Memorial Minas Gerais Vale. O evento, que começa na sexta, dia 29 de Leia mais…

Notícias

Pesquisa feita nos EUA mostra como videogames podem beneficiar crianças

02/03/2015 – 10h12 Veja 5 jogos que vão deixar você mais inteligente Théo Azevedo Do UOL, em São Paulo Link da reportagem “Jogar videogame faz bem. De acordo com um estudo da Academia Americana de Leia mais…

Informações

Game educativo “Infância Livre”, aborda tema de exploração do trabalho infantil

O game “Infância Livre” (http://www.mptgames.com.br/infancialivre/) é o primeiro jogo fruto de uma parceria entre o Ministério Público do Trabalho de Campina Grande e o Curso Superior de Jogos Digitais da Facisa. Trata-se de um jogo denúncia Leia mais…