13 de Fevereiro de 2011 | 16:45h

Olhar Digital (Uol)

Link da reportagem: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/central_de_videos/games-viram-oportunidade-de-trabalho-no-brasil

Games viram oportunidade de trabalho no Brasil

O segmento brasileiro de games vive um bom momento. Além das  vendas de jogos e consoles estarem em alta, o mercado de trabalho também começa a dar sinais de recuperação. Segundo André Nogueira, produtor sênior da Zeebo Studio, 2009 foi um ano de crise para a indústria de jogos, com o fechamento de vários estúdios. “A gente usou o ano de 2010 para recuperar nossa indústria e agora só temos projeções positivas para este ano”, enfatiza Nogueria.

O mercado de games é um setor vasto para diversos perfis de profissionais, mas, em especial, para programadores, artistas e produtores. Na Zeebo Studio, que fica em Campinas, interior de São Paulo, trabalham mais de 40 funcionários fixos e ainda existem vagas abertas para, pelo menos, outros três. A demanda por pessoas qualificadas na área de games é altíssima hoje no Brasil.

Muita gente que entra nesse mercado pensa em morar fora e trabalhar em países como Estados Unidos, Japão e na Europa. Só que como a economia dessas regiões passa por momentos complicados, o território nacional começa a oferecer alternativas bacanas. “Muitas pessoam pensam em trabalhar lá fora porque acham que aqui não tem nada. Mas tem muita coisa”, afirma José Antônio Faria, professor de jogos digitais.

Apesar dos postos de trabalho estarem no Brasil, boa parte da produção local é exportada. Hoje, cerca de 70% dos jogos desenvolvidos no Brasil são comercializados fora do País. Sejam games para consoles ou para celulares, tudo vai parar no exterior. Ainda existem vários desafios para fazer o mercado interno mais forte. “A gente se vê impedido de crescer por causa de impostos e de algumas leis que existem aqui no Brasil”, conta Faria.

Confira o vídeo da reportagem:


Se você se identifica com a área e também quer entrar no jogo,  veja os links abaixo que podem te dar uma ajuda!
Links da Matéria:

O mercado dos games em 2010

Como são criados os games?


escolajogo

Artista e desenvolvedor de jogos e aplicativos educacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Informações

Evento: Bom dia Memorial – a periferia e sua diversidade

Estará ocorrendo neste fim de semana o evento “Boa noite memorial / Bom dia memorial – A periferia e sua diversidade” no Memorial Minas Gerais Vale. O evento, que começa na sexta, dia 29 de Leia mais…

Informações

Game educativo “Infância Livre”, aborda tema de exploração do trabalho infantil

O game “Infância Livre” (http://www.mptgames.com.br/infancialivre/) é o primeiro jogo fruto de uma parceria entre o Ministério Público do Trabalho de Campina Grande e o Curso Superior de Jogos Digitais da Facisa. Trata-se de um jogo denúncia Leia mais…

Informações

Mapa Interativo dos Parques Municipais está atualizado para Android

Aplicativo dos Parques Municipais – Parques BH – recebeu atualização de informações, layout e programação. Desenvolvido em Unity3D, utiliza os novos recursos dessa poderosa ferramenta para criação de games 2D e 3D. A linguagem de programação Leia mais…