Portal de notícias, artigos e informações. Criação e desenvolvimento de jogos e aplicativos digitais educativos.

Mudanças na legislação entram em vigor no dia 30; recurso será obrigatório em todos os centros de formação

Marc Frey | 4/6/2013 09:10

Reportagem veiculada no portal IG. Link: http://carros.ig.com.br/noticias/autoescolas+devem+adotar+simuladores+de+direcao+ate+o+fim+do+mes/6244.html

Simuladores serão obrigatórios em todos os CFCs

Os simuladores de direção serão obrigatórios nos Centros de Formação de Condutores (CFCs) brasileiros a partir do dia 30 deste mês. Portanto, as autoescolas do País que ainda não adotaram o novo sistema terão poucos dias para se adequar às normas estipuladas para o uso do equipamento.

Todo candidato a motorista terá que realizar, no mínimo, cinco aulas de 30 minutos em frente às três telas onde aprenderá os conceitos básicos de condução como troca de marchas, normas de circulação em avenidas, estradas, congestionamentos e até em situações climáticas e de risco. Os futuros condutores só poderão utilizar o simulador após o cumprimento da carga relativa às aulas teóricas-técnicas.

Apesar de ser defendida por especialistas, a obrigatoriedade dos aparelhos ainda esbarra na resistência de muitos proprietários de autoescolas no Brasil. Um dos agravantes é o preço do simulador, que custa em torno de R$ 30 mil, o equivalente a um carro popular. Além de adquirir o equipamento, as autoescolas terão que colocar a mão no bolso mais uma vez para montar uma sala onde o simulador ficará disponível para a realização das aulas. De acordo com o Denatran, o espaço deverá ter 15 metros quadrados e de duas a três câmaras que fornecerão imagens diretas ao órgão de trânsito para fiscalização das aulas.

O Denatran disponibiliza em seu site um estudo realizado pelo National Center Injury, instituto do governo norte-americano, no qual constata que o uso do simulador pode reduzir pela metade o número de acidentes envolvendo motoristas recém-formados. Vale ressaltar que o uso de simuladores de direção em autoescolas é comum nos Estados Unidos e na Europa há mais de dez anos.

Deixe um comentário