O título é da reportagem veiculada no jornal Estado de Minas, no dia 30/09/2013.

O game em questão está em fase final de desenvolvimento e, a previsão, é que fique pronto ainda este ano.

O game está sendo desenvolvido pelos alunos do curso de Jogos Digitais da faculdade Fumec, de Belo Horizonte.
A Escola de Jogos está contribuindo de maneira substancial para a produção e para a divulgação do game. Produzimos uma pequena animação do game que pode ser vista no site www.corradoacaraje.com.br.

 

Veja um trecho da reportagem:

Um gaiato passa a noite na farra em Salvador e ao nascer do sol rouba o primeiro acarajé preparado por uma feirante para as vendas do dia. Um erro terrível. Na Bahia, todo mundo sabe. O quitute número um a sair da panela tem dono. Vai para Oxum, um poderoso orixá do candomblé que evidentemente não gostou nada do comportamento do espertinho. O que se segue é uma perseguição pelas ruas da capital baiana, com o gatuno tentando salvar a vida fugindo do acarajé que roubou, agora transformado em monstro por Oxum.

A ficção se passa no estado do Nordeste, mas foi idealizada e virou um jogo que está em fase de produção por professores e alunos da Universidade Fumec, de Belo Horizonte. Foi batizado de Corra acarajé, e a expectativa é que até o fim do ano possa ser acessado nos tradicionais sites especializados em jogos gratuitos. “Muito do que é feito hoje na área tem como base os Estados Unidos. Queremos colocar no mercado produtos com a cara do Brasil”, diz Hudson Ludgero Ribeiro, professor do curso de jogos digitais da universidade.(…)

Reportagem veiculada no jornal Estado de Minas

Publicação: 30/09/2013 07:40 Atualização: 30/09/2013 07:43

Leonardo Augusto

Leia mais!


escolajogo

Artista e desenvolvedor de jogos e aplicativos educacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Jogos

Construtores de Torre – Desenvolvimento de jogo analógico de tabuleiro parte 3

Como já publicamos dois posts sobre o “Construtores de Torre”, chamo esse de parte 3. Após a criação dos três primeiros kits, fui atrás dos primeiros testes. Ao colocar o jogo disponível para outros testarem, Leia mais…

Jogos

Construtores de Torre – primeiros passos na construção de um jogo analógico

Desenvolver games digitais, embora envolva muito estudo, muita programação, desenhos, esboços e muitas horas na frente de um computador, não é lá das tarefas mais difíceis. Atualmente temos uma gama de ferramentas, softwares, aplicações e Leia mais…

Jogos

Construtores de Torre – Jogo analógico de tabuleiro

Olá a todos que acompanham o portal Escola de Jogos! Tenho o orgulho de apresentar o mais novo jogo do mercado! É o Construtores de Torre! Fugindo um pouco da proposta deste portal (mas nem Leia mais…