Portal de notícias, artigos e informações. Criação e desenvolvimento de jogos e aplicativos digitais educativos.

Reportagem veiculada no canal IG – Último Segundo – Cultura/Cinema (link), revela um importante processo na criação de personagens: a animação. O mesmo processo também é usado para animar personagens em jogos. Claro que os jogos permitem a interação entre jogador/personagem, o que já não ocorre em animações voltadas para o cinema. Mas essa parte da interação é feita via programação.

Vale a pena conferir a reportagem. Abaixo alguns trechos…

(Para ler a reportagem completa, clique aqui!)

“A Pixar parece um clube”, diz animadora Nancy Kato

Integrante do estúdio desde 2000, brasileira fala ao iG sobre seu trabalho no estúdio e comenta o lançamento “Valente”

Guss de Lucca iG São Paulo | 

Em passagem pelo País, a animadora brasileira Nancy Kato, integrante da Pixar desde 2000, conversou com o iG. Além de falar sobre o novo filme do estúdio, o épico “Valente”, que estreia no Brasil no próximo dia 20, ela contou detalhes sobre seu trabalho na Pixar, onde participou de filmes como “Monstros SA”, “Procurando Nemo”, “Os Incríveis” e “Up – Altas Aventuras”.

iG: Dizem que a Pixar é o lugar mais divertido do mundo para se trabalhar. Você confirma isso?
Nancy Kato: Confirmo. Temos exibições de filmes, palestras de diretores, aulas de ioga, piscina… Mas temos tanto trabalho que às vezes não dá tempo de aproveitar nada. Falamos que é um clube, tem até massagista.

iG: Qual é o seu trabalho dentro do processo de animação?
Nancy Kato: Minha parte é cuidar da atuação do personagem, dar vida ao personagem. Quando recebi a Merida, de “Valente”, ela estava em uma posição neutra. Minha responsabilidade é dar vida a ela.

iG: O modo como os atores falam ou se movem influencia a animação dos personagens?
Nancy Kato: Com certeza. Como a voz é gravada antes de a gente animar, assistimos às gravações dos atores. Aí depende do ator. Se ele for muito expressivo, usamos alguma coisa como referência para a animação.

iG: Você pode citar um caso em que isso ocorreu?
Nancy Kato: Por exemplo, em “Valente” animei a Rainha Elinor, que foi dublada pela Emma Thompson, e ela é uma atriz maravilhosa. Existem caretas que a personagem faz quando fala com os filhos durante a refeição, dando bronca neles, que tirei da Emma Thompson. (…)

Leia a entrevista completa!

Deixe um comentário