Portal de notícias, artigos e informações. Criação e desenvolvimento de jogos e aplicativos digitais educativos.

Reportagem revela planos da maior e mais antiga fabricante de brinquedos do Brasil da preparação para a entrada no universo on-line com a criação de jogos digitais, relançando clássicos jogos de tabuleiro e outros títulos.

16/05/2011 07h31 – Atualizado em 16/05/2011 07h32

Darlan Alvarenga Do G1, em São Paulo

Estrela planeja entrar no mercado de jogos na internet até o Natal

Jogos de tabuleiro e clássicos da empresa serão levados para a web.
Estratégia é reforçar marcas da empresa e buscar novas fontes de receitas.

Maior fabricante de brinquedos do Brasil, a Estrela prepara a sua entrada no mercado de jogos online. O projeto segue a estratégia de modernização da empresa que, “sufocada” pela concorrência chinesa, tem buscado se reinventar e manter seus brinquedos e marcas atraentes para as novas gerações muito mais ligadas tecnologia.

O presidente da Estrela, Carlos Tilkian, afirmou em entrevista ao G1 que a empresa pretende lançar seus primeiros jogos na internet já no Natal.

Carlos Tilkian, presidente da Estrela (Foto: Darlan Alvarenga/G1)

“A Estrela é a maior produtora de jogos de tabuleiro do Brasil. Temos um grande potencial de conseguir viabilizar uma migração desses jogos para uma plataforma eletrônica. Como são jogos com marcas conhecidas, que têm regras que se aplicam muito bem ao meio digital, isto pode vir a ser um novo negócio para nós”, afirma.

Segundo Tilkian, a empresa tem um potencial de “no mínimo 50 jogos” que podem ser levados para o ambiente digital, incluindo clássicos da empresa como Banco Imobiliário, Jogo da Vida, Detetive e Autorama. (…)

Leia mais >>

Vídeo da reportagem no programa Mundo S/A, do canal G1:

A Estrela quase desapareceu, sufocada pela concorrência chinesa, mas se modernizou, trouxe de volta os clássicos, adotou as mídias sociais e embarcou na linguagem da sustentabilidade nos seus jogos.

 

Uma Resposta to “Estrela planeja entrar no mercado de jogos na internet até o Natal”

Deixe um comentário