Portal de notícias, artigos e informações. Criação e desenvolvimento de jogos e aplicativos digitais educativos.

Archive for outubro, 2011

Jogo em VRML de Circum-Navegação!

JOGO EDUCATIVO VIAGEM DE CIRCUM-NAVEGAÇÃO DE FERNÃO DE MAGALHÃES:

  • Objetivo Geral:

Facilitar o aprendizado de alunos do ensino fundamental, de maneira lúdica e interessante, acerca da viagem de circum-navegação realizada pelo navegador espanhol Fernão de Magalhães, iniciada em 20 de setembro de 1519 e finalizada em 6 de setembro de 1522.

Mais detalhes do jogo!

Novos modelos de objetos e ambiente disponíveis para visualização. Os modelos estão em VRML, portanto, é necessário ter um plugin instalado. Recomendamos o Cortona 3D!

Novos modelos:

  • Aluno –  é um modelo mais antigo que fiz usando o bloco de notas para programar.
  • Tabuleiro – modelo de um tabuleiro de xadrez construído no Blender.
  • Arte moderna – modelo 3D utilizando o Maya 2012.
  • Luminária – modelo de uma luminária – da Pixar – utilizando o Maya 2012.

Ambiente:

  • Sala – ambiente interno de uma sala em 3 dimensões. Infelizmente durante a exportação o arquivo perdeu os efeitos de iluminação, as texturas e alguns efeitos aplicados no ambiente.

Olá! Acabei de fazer mais uma postagem de um modelo em 3D prontinho, saído do forno.

É uma espada simples em 3 dimensões, criada utilizando o Maya 2011/12. Fiz como um exercício de aula de modelagem.

Consegui uma maneira de exportar para VRML e disponibilizar aqui no site para visualização. Quem tiver curiosidade, esse é o link: espada 3D!

Para poder visualizar o modelo utilizando o navegador todo, acesse esse link: Espada 3D!

Para ver outros objetos em 3D, clique aqui!

Em breve irei postar outros modelos que estão em construção. Até breve!

Novo jogo educativo do site Escola Games ensina o alfabeto através de jogo digital.

 

ALFABETO DE SABÃO

Venha para o parque brincar com a Tatá de fazer bolhas de sabão.
Estourando as bolhas você vai conhecendo as letras do alfabeto!
Jogo educativo de português sobre o alfabeto.

Dica para o educador
O jogo ajuda na memorização das letras do alfabeto através de recursos audiovisuais.

Link para o jogo: http://www.escolagames.com.br/jogos/alfabetoSabao/

Hoje é possível encontrarmos alta tecnologia aplicada diretamente no ensino. Escolas públicas e particulares estão aderindo, cada vez mais aos recursos que a tecnologia nos oferece.

Abaixo uma notícia veiculada no site Portal do Professor, do MEC, retratando essa nova realidade da educação brasileira.

Uma curiosidade: eles utilizam um sistema em 3D para visualização do corpo humano. Essa tecnologia é uma velha conhecida nossa: o VRML!

 

Edição 2 – Novas Tecnologias na Educação

Lousa digital, carteiras eletrônicas e animações em 3D: ferramentas da escola do futuro

Link da notícia: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/conteudoJornal.html?idConteudo=17

Lousa digital, carteiras eletrônicas e animações em 3D: ferramentas da escola do futuro

No quadro negro, as imagens se movimentam com o toque das mãos. Nas tradicionais carteiras, além de cadernos e lápis, as crianças podem acessar a internet. A cena que parece ser de um filme de ficção científica está mais real do que se imagina. Essas e várias outras tecnologias já estão sendo utilizadas em escolas brasileiras.

Em Pelotas (RS), a Escola de Ensino Fundamental e Médio Mário Quintana já aderiu às lousas digitais desde junho do ano passado. Segundo a professora de língua portuguesa da escola, Thaís de Almeida Rochefort, a ferramenta permitiu que os alunos dessem “vida aos conhecimentos”. “Assuntos antes tratados de maneira menos interativa, agora fazem com que os alunos se sintam parte deles, co-autores”, explica.

Ela e outros professores têm recebido treinamentos constantes para se adaptar à nova tecnologia. “A cada aula descobrimos novas possibilidades de tornar a escola mais próxima e significativa”, conta, ao ressaltar que a reação dos alunos não poderia ser mais positiva.

Um exemplo de programa que pode ser utilizado na lousa digital é o software em três dimensões. Com ele, os professores podem elaborar aulas interativas, revelando o interior de uma célula, o relevo de um mapa, ou até mesmo os músculos do corpo humano. Basta, por exemplo, tocar o dedo na tela para o sistema solar aparecer e se movimentar.

Desenvolvido pela empresa P3D, em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) e o Centro Incubador de Empresas Tecnológicas (Cietec), o software já está sendo utilizado em 200 escolas privadas e 30 públicas no Brasil. O programa não tem texto, nem guia de voz, somente imagens de grande qualidade gráfica. Segundo a professora Jane Vieira, executiva da P3D, esta característica é uma vantagem porque as imagens podem ser usadas com qualquer material didático, independentemente de filosofia, pedagogia e didática. Jane Vieira garante que em breve o instrumento será oferecido em software livre, o que permitirá que todas as escolas utilizem gratuitamente.

Já no município de Serrana (SP), cidade próxima a Ribeirão Preto, as carteiras eletrônicas são a novidade. Conhecidas como Lap Tup-niquim, elas dispõem de uma tela sensível a toques, sobre a qual se pode escrever, fazer desenhos ou equações. O tampo pode ser levantado, e abaixo dele fica um teclado, caso seja necessário digitar. A CPU do computador fica acoplada embaixo da carteira.

Desenvolvidas em parceria pelo Centro de Pesquisas Renato Archer (Cenpra), de Campinas, instituição do Ministério da Ciência e Tecnologia, e pela Associação Brasileira de Informática (Abinfo), empresa abrigada na Companhia de Desenvolvimento do Pólo de Alta Tecnologia de Campinas (Ciatec), cerca de 300 carteiras eletrônicas já estão sendo utilizadas na Escola Municipal Maria Celina. De acordo com Victor Mammana, idealizador do projeto, o diferencial da carteira é justamente a superfície de interação. “Como diz Bill Gates, a próxima revolução não será de conteúdo nem da forma de apresentá-lo, mas, sim, da maneira como o corpo humano irá interagir com a tecnologia”, afirma. O projeto tem apoio da Secretaria de Educação a Distância do Ministério da Educação.

(Renata Chamarelli)

Vídeo de demonstração da tecnologia digital 3D:

Reparem que o modelo 3D utiliza um navegador, o Cosmo Player, que é um plugin de visualização da linguagem VRML.

 

 

03/10/2011 – 15h12

do Gamehall Uol Jogos

Link: http://jogos.uol.com.br/ultimas-noticias/2011/10/03/kinect-pode-identificar-bloquear-conteudos-improprio-para-criancas.htm

Kinect poderá identificar e bloquear conteúdos impróprio para crianças

A Microsoft vai dar mais um passo com o seu sensor de movimentos Kinect. De acordo com um registro de patente, a empresa pretende usar o aparelho para controlar e bloquear o acesso de crianças “ligeiras” a conteúdos impróprios.

O sistema funciona da seguinte forma: o aparelho faz uma “leitura” de alguns aspectos do jogador, como cabeça, tamanho dos braços e altura, e com essas informações determina se quem está de frente para ele pode ou não ver todos os conteúdos que estão no Xbox 360 ou PC, ou jogar games impróprios – que são bloqueados automaticamente caso esteja fora da faica etária.

Para os que tem filhos altos o suficiente para enganar o sistema, é possível usar o controle de pais e bloquear o acesso, ou mudar a configuração para algo como “quando um adulto estiver presente”. Neste caso, a ideia é de que o Kinect faça dois reconhecimentos e, caso essa opção não esteja habilitada e uma criança estiver na sala/quarto, o sistema dá prioridade aos mais novos.

Não há previsão para o lançamento dessa tecnologia.

Xbox 360 em movimento

O Kinect é um acessório para o Xbox 360 que permite aos jogadores interagirem com o videogame sem a necessidade do controle. O sistema funciona com uma câmera de aproximadamente 23 cm de comprimento horizontal, que permite o alcance de até 2,7 metros de altura e 4 metros de profundidade.

Fred Di Giacomo 23 de setembro de 2011

Superinteressante

Link: http://super.abril.com.br/blogs/newsgames/museu-brasileiro-videogames-sao-paulo/

Reportagem veiculada na revista Superinteressante, on-line, apresenta algumas informações do museu de games que deverá ser construído em São Paulo. A expectativa é que seja o maior museu de games do mundo!

Maior museu de games do mundo deve ser inaugurado, em São Paulo, no primeiro semestre de 2012

(..) “Se depender da vontade do pessoal da  ACIGAMES (Associação Comercial, Industrial e Cultural de Games), no primeiro semestre de 2012 São Paulo ganha o maior museu do mundo dedicado aos videogames.  Muito megalomaníaco? Vale lembrar que, em 2011, os brasileiros devem gastar 2 bilhões de dólares em jogos digitais.   A ideia é inspirada em projetos internacionais como o “Musée du jeu vidéo e o “Museu de Games de Berlin“.  A ACIGAMES ainda não tem local definido para a empreitada e negocia apoio com  patrocinadores, mas já recebeu a doação do vasto acervo do colecionador Norian Munhoz Junior, falecido no ano passado.  Este acervo inclui mais de 3.000 mídias de games, entre cartuchos e discos, e cerca de 150 consoles, alguns extremamente raros.

O “Museu Brasileito do Videogame Norian Munhoz Junior”  vai mesclar hardware de computação, exibição de consoles antigos e obras interativas de artistas convidados.

“Mas eu v0u poder jogar nesse museu ou só vou ver um monte de consoles antigos?
Calma, leitor ansioso, segundo Kao Cyber   – responsável pelos projetos culturais e educativos da ACIGAMES –  “as pessoas também poderão jogar no museu. Porém, tendo em vista tratarem-se de máquinas antigas, delicadas e de difícil manutenção ou reposição de peças, serão estabelecidas formas de interação com horários e certas regras para conseguirmos atender ao público preservando o acervo”.

Quem diria que bibliotecas e museus se transformariam em lugares pra jogar, hein?” (..)

O professor de Design de Games e Efeitos Especiais, Kao Cyber

Estatísticas de Acesso:
  • 10 de agosto de 2010Desde:
  • 17Visitas hoje:
  • 149310Total de visitas:
  • 282437Visualizações:
  • 0Online:
Nuvem de Tags